top of page

Brasil tem primeiro caso suspeito de gripe aviária em humanos

Segundo o Ministério da Saúde, o homem tem 61 anos e é funcionário de um parque municipal de Vitória onde uma das aves marinhas contaminadas foi encontrada caída no chão


Cláudio Dias Timm

O Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso suspeito de gripe aviária (vírus H5N1) em humanos, no Brasil. Trata-se de um homem de 61 anos, funcionário de um parque municipal de Vitória, onde foi encontrada uma das três aves com resultado positivo para a doença no Espírito Santo.


O paciente apresenta sintomas gripais leves e, conforme protocolo de vigilância sanitária, está em isolamento e segue monitorado por equipes de saúde do município. A pasta informou que acompanha e está dando o suporte necessário ao estado desde a notificação.



** continua depois da publicidade **



A amostra do paciente suspeito e de outras 32 pessoas que também trabalham no parque estão em análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) do Espírito Santo. Após a análise, as amostras também serão enviadas para a Fiocruz, que é o laboratório de referência para o estado, e deverão ser manipuladas em áreas de biossegurança NB-3. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo (Sesa), ainda não há informação sobre o prazo para divulgação dos resultados dessas análises.


O Ministério da Saúde reforçou que não foram registrados casos confirmados de influenza aviária A (H5N1) em humanos no Brasil. A transmissão da doença ocorre por meio de contato com aves doentes, vivas ou mortas. E, de acordo com o que foi observado no mundo, o vírus não infecta humanos com facilidade e, quando isso ocorre, geralmente a transmissão de pessoa para pessoa não é sustentada.


Na tarde da última quarta-feira, 17, a Secretaria de Saúde do Espírito Santo havia confirmado que 33 pessoas foram possivelmente expostas a uma ave marinha contaminada pelo vírus influenza aviária, que foi encontrada num parque municipal de Vitória. O parque é o Refúgio da Vida Silvestre da Mata Paludosa (antigo Parque da Fazendinha), em Jardim Camburi. O Ministério da Agricultura e Pecuária confirmou três aves contaminadas com a gripe aviária no litoral capixaba na última segunda-feira, 15.



** continua depois da publicidade **



Monitoramento


A Secretaria de Saúde do Espírito Santo esclareceu ainda que as pessoas que tiveram contato com as aves diagnosticadas com a gripe aviária devem ser monitoradas, se apresentarem sintomas gripais, pelo período de dez dias a partir do contato com a ave contaminada ou com suspeita de contaminação.


A população deve evitar estritamente contato com aves doentes ou mortas, incluindo aves silvestres. Outras orientações gerais incluem:

  • Ao avistar aves doentes acionar o serviço veterinário local ou realizar a notificação por meio do Sisbravet.

  • Evitar o contato próximo e desprotegido com pessoas que apresentem sintomas gripais.

  • Manter os ambientes bem ventilados com porta e janelas abertas.

  • Evitar aglomerações em ambientes fechados.

  • Higienizar as mãos e ter etiqueta respiratória ao tossir ou espirrar.


** publicidade **


留言


bottom of page