• Eliene

Covid-19: com alta de casos positivos, Ministério da Saúde reforça uso de máscara

Entre os dias 6 e 11 de novembro, foram notificados 57.825 casos e 314 mortes no Brasil


A recomendação é válida, principalmente, para pessoas com fatores de risco | Banco de imagens


No último sábado, 12, o Ministério da Saúde publicou uma nota técnica alertando estados e municípios sobre o aumento do número de casos de Covid-19 no país e reforçou a necessidade do uso de máscaras devido ao avanço da Covid-19, principalmente pela circulação da sublinhagem BQ.1.


A recomendação é válida, principalmente, para pessoas com fatores de risco para complicações da Covid-19, em especial imunossuprimidos, idosos, gestantes e pessoas com múltiplas comorbidades, bem como quem teve contato com infectados e indivíduos que estejam em situações de maior risco de contaminação, como em locais fechados e mal ventilados, locais com aglomeração e serviços de saúde.




** continua depois da publicidade **



A BQ.1 foi detectada recentemente no Brasil e, apesar de não haver evidências de que possa causar uma doença mais severa, é mais resistente e pode apresentar maior transmissibilidade, o que pode facilitar o surgimento de novas variantes.


Entre os dias 6 e 11 de novembro, por exemplo, foram notificados 57.825 casos e 314 mortes. A média móvel dos últimos sete dias ficou em 8.448 diagnósticos diários, um aumento de 120% em relação à semana anterior, com 3.834.


Somente no domingo, 13, de acordo com o boletim epidemiológico, o Brasil registrou 994 casos nas últimas 24 horas. No total, são 34.912.931 casos acumulados de Covid-19. Em relação aos óbitos, o país tem 688.658 mortes por coronavírus. Em um dia, foram registrados 4 óbitos nos sistemas oficiais. Outros 3.185 permanecem em investigação.





** continua depois da publicidade **



O atual cenário é preocupante, tendo em vista que mais de 69 milhões de brasileiros não tomaram a primeira dose de reforço da vacina contra a Covid-19, segundo dados do Programa Nacional de Imunizações (PNI). "Neste contexto, o Ministério da Saúde convida a população a completar o esquema vacinal, uma vez que as vacinas são fundamentais para controlar o avanço da Covid-19 e garantir a máxima proteção contra o vírus e suas variantes", destaca a nota publicada no sábado.