top of page

Mariana: Celso Cota e Cristiano Vilas Boas tomam posse nesta sexta-feira, 18

Na ocasião, Edson Agostinho foi reconduzido à presidência da Câmara e o vereador suplente Gilberto Mateus Pereira encerrou seu mandato no legislativo




Após a determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Celso Cota e Cristiano Vilas Boas assumiram oficialmente os cargos de prefeito e vice-prefeito, respectivamente, na noite desta sexta-feira, dia 18. A cerimônia de posse aconteceu na câmara de vereadores e contou com a presença de figuras políticas e da comunidade local. Durante o evento, o prefeito interino, Edson Agostinho, foi reconduzido à presidência da Câmara e o vereador suplente Gilberto Mateus Pereira, conhecido como Tikim, encerrou seu mandato no legislativo.


“Não mentimos. Estávamos corretos com a nossa candidatura. Nossa candidatura era legítima. Uma coisa que posso prometer, é trabalho, é força, é planejamento, é tentar escolher uma equipe com perfil que favoreça um governo dinâmico. As pessoas esperam muito de nós. Quando entrei aqui, percebi isso, a vontade de nos ver novamente governando a prefeitura”, destacou Celso Cota durante seu discurso de posse.



** continua depois da publicidade **



Celso e Cristiano foram eleitos em 2020 com 42,61% dos votos, mas tiveram a candidatura impugnada. Desde aí, os marianense ficaram à espera de uma decisão da justiça que discutia se os dois assumiriam a prefeitura ou se a cidade teria uma eleição suplementar, conforme estabelece a legislação eleitoral. Enquanto isso, Mariana teve três prefeitos interinos: Juliano Duarte, Ronaldo Bento e Edson Agostinho.


Somente na última quinta-feira, 17, que o TSE deliberou sobre o caso, deferindo o registro da candidatura de Celso e de Cristiano. O julgamento havia sido iniciado no dia 01 de agosto, mas foi suspenso após um pedido de vista do ministro Raul Araújo, quando o placar estava em três votos a dois para reformar o acórdão do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) e permitir o deferimento do registro do candidato.


Quando retomou, o ministro Raul e Alexandre de Moraes votaram favoráveis. Antes disso, o relator, ministro Floriano de Azevedo Marques, e os ministros André Ramos Tavares e Benedito Gonçalves também haviam votado a favor. Já a ministra Cármen Lúcia e o ministro Nunes Marques discordaram, votando por negar provimento aos recursos do candidato.



** continua depois da publicidade **



Transição de governo


Na tarde da última quinta, o prefeito interino publicou o Decreto 11.488, que institui a equipe de transição de governo para fornecer todos os dados e informações necessários à continuidade das atividades administrativas e dos serviços públicos.


A equipe é composta por sete pessoas, sendo:


  • Arlinda Coelho Gonçalves, representante da secretaria de administração.

  • Daniel Filipe da Silva, representante do gabinete do prefeito.

  • Edvaldo Santos de Andrade, representante da secretaria de governo.

  • José Carlos Sampaio de Castro, representante da secretaria de fazenda.

  • Juliano Magno Barbosa, representante da procuradoria geral.

  • Michelle Pereira Xavier, representante da controladoria geral. planejamento, suprimentos e transparência.

  • Michelle Pereira Xavier, representante da controladoria geral



** continua depois da publicidade **



Essas pessoas serão responsáveis por entregar a novo prefeito relatório da atual situação financeira, econômica, administrativa, patrimonial e de pessoal da prefeitura.

Comentarios


bottom of page