top of page

Mariana: investigações por fraude em indenizações começam nesta segunda-feira, 29

A Polícia Federal vai coletar informações sobre supostas irregularidades nas declarações emitidas no Sistema Indenizatório Simplificado - Novel


Divulgação | Polícia Federal

A partir desta segunda-feira, 29, a Polícia Federal estará em Mariana para fazer diligências em órgãos municipais, incluindo a prefeitura. O objetivo da ação é coletar informações sobre supostas irregularidades nas declarações emitidas no Sistema Indenizatório Simplificado - Novel - usadas para indenização dos atingidos da barragem de Fundão. Ao todo, serão analisados os registros de 4 mil pessoas por suspeita de fraude.



** continua depois da publicidade **



A ação, movida pela Fundação Renova, se deu após serem encontrados dois casos de fraudes nos registros na cidade de Aimorés, no Vale do Rio Doce, município atingido pelo rompimento da barragem de Fundão, em 2015, o que levantou a suspeita de fraudes em outras localidades.


A operação será na prefeitura de Mariana, secretarias de administração, cultura, defesa social, desenvolvimento, além da câmara municipal e cartórios da cidade onde serão coletados documentos que irão subsidiar os relatórios e as conclusões dos laudos periciais. De acordo com decisão judicial da 4ª Vara Federal Cível e Agrária da SSJ de Belo Horizonte, as diligências vão acontecer até o dia 6 de julho.



** publicidade **


Comments


bottom of page