top of page

Morre Dom Geraldo, arcebispo emérito de Mariana e ex-presidente da CNBB

O arcebispo, hospitalizado após uma queda que resultou na fratura do fêmur, sofreu uma parada cardíaca durante a transferência para Vitória


Arquidiocese de Mariana


Morreu, nesta quarta-feira, 26, Dom Geraldo Lyrio Rocha, arcebispo emérito da Arquidiocese de Mariana e ex-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Ele morreu aos 81 anos no Pará, onde estava realizando uma palestra na Diocese de Xingu, em Altamira. O comunicado foi feito nesta manhã pela Arquidiocese de Vitória.


Dom Geraldo estava participando de um retiro e, enquanto caminhava, caiu e fraturou o fêmur. O arcebispo chegou a ser internado na região, mas quando estava sendo transferido para Vitória teve uma parada cardíaca e faleceu. O corpo do arcebispo será levado para Vitória e depois seguirá para Mariana, em Minas Gerais, conforme desejo do próprio arcebispo, onde ele será sepultado, de acordo com a Arquidiocese de Mariana



** continua depois da publicidade **



Dom Geraldo morava em Vitória e realizava palestras pelo país. Ele foi bispo auxiliar na Arquidiocese de Vitória, 1º bispo de Colatina, no Noroeste do estado, arcebispo de Vitória da Conquista, na Bahia, e arcebispo de Mariana, em Minas Gerais, onde se tornou emérito e foi presidente da CNBB.


O arcebispo nasceu em Fundão, na Região Metropolitana do Espírito Santo. Ele foi nomeado arcebispo metropolitano de Mariana pelo Papa Bento XVI, em abril de 2007, tendo tomado posse da Arquidiocese no dia 23 de junho de 2007.


** publicidade **


Comments


bottom of page