teste.jpg
  • Eliene

Em Petrópolis, chove em uma hora metade do esperado para o mês de março

De acordo com o Corpo de Bombeiro do Estado do Rio de Janeiro, cinco pessoas morreram e uma foi resgatada com vida. A previsão é de que a chuva continue nos próximos dias



Vídeo registrado por moradores | Facebook



Depois de mais de um mês da tempestade que deixou 233 mortos em Petrópolis, voltou a chover forte na região na tarde de ontem, domingo, 20. De acordo com o Climatempo, choveu 118 milímetros em uma hora, a metade do esperado para todo o mês de março. De acordo com o Corpo de Bombeiro do Estado do Rio de Janeiro, cinco pessoas morreram e uma foi resgatada com vida. A previsão é de que a chuva continue nos próximos dias.




** continua depois da publicidade **



Desde que começou a chover, no início da tarde, a Defesa Civil acionou dois toques das sirenes para mobilizar a população que vive em áreas de risco. A recomendação é que essas pessoas se desloquem para um dos 19 pontos de apoio estruturados na cidade.


No dia 15 de fevereiro, uma forte tempestade provocou o deslizamento de encostas e casas, matando 233 pessoas. Essa foi a maior tragédia já ocorrida na cidade. Ainda há quatro pessoas desaparecidas e 700 desabrigadas. Naquele dia, em seis horas, foram registrados 259 milímetros de chuva, mais do que era esperado para todo o mês de fevereiro.



** continua depois da publicidade **