teste.jpg

Ministério da Saúde negocia compra de mais 30 milhões de doses da vacina Sputnik V

A farmacêutica russa Gamaleya afirmou que tem condições para entregar 10 milhões de doses da vacina em fevereiro e março


A vacina Sputnik V comprovou eficácia de 91,6% | Tânia Rego - Agência Brasil

Representantes do Ministério da Saúde, do Instituto Russo Gamaleya, fabricante da vacina Sputnik V, e do laboratório indiano Bharat Biotech, fornecedor do imunizante Covaxin, reúnem-se nesta sexta-feira, 5, para negociar a aquisição de mais 30 milhões de doses da vacina. Além da negociação das vacinas, durante o encontro serão discutidos os termos contratuais, de acordo com as minutas de contrato solicitadas nesta quarta-feira, 3, incluindo as bases das negociações, além do cronograma de entrega e dos valores das doses dos imunizantes.


A farmacêutica russa Gamaleya afirmou que tem condições para entregar 10 milhões da Sputnik V, que serão importadas da Rússia, em fevereiro e março. A farmacêutica também informou que, a partir de abril, produzirá mensalmente o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) e 8 milhões de doses no Brasil.


O laboratório indiano Bharat Biotech também disse acreditar no êxito das negociações com o governo brasileiro. Caso isso aconteça, poderá entregar mais 8 milhões de doses da Covaxin ainda neste mês. A empresa afirmou ter condições de entregar mais 12 milhões dessa vacina em março.