teste.jpg
  • Eliene

Pesquisa do BTG Pactual mostra que Lula tem 41% e Bolsonaro 34% das intenções de voto

Levantamento divulgado na última segunda-feira, 08, mostra que diferença entre os dois candidatos caiu de 13 para seis pontos


Lula aparece em primeiro lugar, com 41% das intenções de voto, e Bolsonaro tem 34% | Divulgação

Uma pesquisa do BTG Pactual, divulgada na última segunda-feira, 08, mostra que a diferença entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o candidato à reeleição, Jair Bolsonaro, caiu de 13 para seis pontos percentuais entre os dias 25 de julho e 8 de agosto. O petista aparece em primeiro lugar, com 41% das intenções de voto, e o atual presidente tem 34%. No fim de agosto, os percentuais eram 44% e 31%, respectivamente.



** continua depois da publicidade**


Na terceira posição aparece o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, com 7% das intenções de voto. Ciro oscilou dois pontos percentuais para baixo, já que tinha 9% no levantamento anterior. A senadora Simone Tebet passou de 2% para 3% no mesmo período, e aparece em quarto lugar.

Ainda de acordo com a pesquisa do BTG Pactual, o deputado André Janones aparece com 2% das intenções de voto. Ele retirou sua candidatura e desistiu da disputa na última quinta-feira, 04, quando anunciou apoio a Lula. Com 1% das intenções de voto na pesquisa, aparecem Pablo Marçal e José Maria Eymael. Já Vera Lúcia, Felipe D'Avila, Sofia Manzano, Leonardo Péricles e Roberto Jefferson, não pontuaram.

O levantamento ainda mostra que o número de eleitores que dizem que “não vão votar em ninguém” somam 5% das intenções de voto. Os que dizem que “vão anular” ou “votar em branco” somam 2%, e os que declararam “não saber” ou não responderam, são 3% das intenções de voto.


** continua depois da publicidade**



Rejeição


A quantidade de eleitores que dizem que não votariam no presidente Jair Bolsonaro de jeito nenhum passou de 58% para 53%, de acordo com a pesquisa BTG Pactual, considerando o período de 25 de julho a 8 de agosto. Esse é o menor percentual de rejeição de Bolsonaro desde março deste ano, quando os levantamentos começaram a ser feitos. O presidente e candidato à reeleição permanece com o maior percentual de rejeição entre todos os candidatos.

Na segunda posição está Ciro Gomes, com 49%, seguido de Lula, com 45%.

A pesquisa foi feita entre sexta-feira, 05, e domingo, 07, com 2 mil eleitores, intervalo de confiança de 95%, margem de erro de 2 pp e está registrada no TSE, sob o número BR-08028/2022.



** publicidade**