top of page

Recurso de Celso Cota será julgado neste mês pelo TSE

O Tribunal Superior Eleitoral pode dar posse a Celso e Cristiano Vilas Boas ou determinar uma eleição suplementar


Reprodução | Facebook

No dia 20 deste mês, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai julgar o recurso apresentado por Celso Cota, candidato eleito pela população, em 2020, com 42,61% dos votos, mas que teve a candidatura impugnada. O órgão supremo da Justiça Eleitoral brasileira vai decidir se Celso e seu vice, Cristiano Vilas Boas, assumem a prefeitura ou se a cidade terá uma eleição suplementar, conforme estabelece a legislação eleitoral. Caso o recurso seja negado, o ex-prefeito ainda pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).



** continua depois da publicidade **



No final de 2022, Celso Cota teve o recurso especial negado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), onde também foi definido que as eleições para prefeito acontecessem na primeira data disponível. Entretanto, o candidato eleito recorreu ao TSE solicitando posse como executivo. O pedido foi negado e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes, definiu que eventuais novas eleições acontecessem somente após a definição da situação de Celso.


Enquanto isso, o presidente da Câmara, Edson Agostinho, conhecido popularmente como Leitão, continua no cargo de chefe do poder executivo.



** publicidade **


Comments


bottom of page