teste.jpg
  • Eliene

Ronaldo pede calma sobre arena em Betim e cita promessa do Mineirão ao Cruzeiro

O clube celeste tem sido obrigado a mandar alguns jogos fora do Gigante da Pampulha por conta de shows pré-agendados


Localização da arena que será construída e que pode servir como estádio para o Cruzeiro | Divulgação

O Cruzeiro está de olho na construção da arena em Betim, mas segue negociando com a Minas Arena para continuar mandando seus jogos no Mineirão. É o que afirmou o sócio majoritário do clube, Ronaldo Fenômeno, em uma live na Twitch, na última segunda-feira, 15, após um torcedor perguntá-lo sobre como anda a situação da arena de Betim.


Ronaldo também disse que o estádio na região metropolitana de Belo Horizonte ainda é um sonho distante e que os torcedores precisam entender que a realidade mais próxima é o Gigante da Pampulha.




**continua depois da publicidade **



De acordo com o sócio majoritário, o clube está com uma promessa da Minas Arena para 2023.


Na Série B deste ano, o Cruzeiro tem sido obrigado a deixar o Mineirão em algumas partidas e mandar jogos em outro estádio devido a shows pré-marcados no Gigante da Pampulha. No último fim de semana, por exemplo, a Raposa teve que transferir o duelo contra a Chapecoense para o Mané Garrincha, em Brasília, por causa de um evento musical no local. Pelo mesmo motivo, a equipe celeste teve que mudar para o Independência o duelo contra o Náutico, no dia 26 de agosto, pela 26ª rodada.


No dia 15 de junho, o prefeito de Betim, Vittorio Medioli, anunciou a construção de uma arena na cidade para aproximadamente 45 mil pessoas em jogos de futebol e 50 mil espectadores em dias de shows. Vittorio afirmou que a obra demoraria 24 meses para ser concluída e que o estádio poderia ser cedido ao Cruzeiro para mandar as suas partidas em uma alternativa ao Mineirão.




**continua depois da publicidade **



Todo o custo para a construção do estádio seria por conta de um parceiro internacional, que ainda não foi anunciado. O terreno tem 100 mil metros quadrados e fica localizado no bairro PTB. A avaliação inicial é que seriam gastos cerca de R$450 milhões em uma Parceria Público-Privada (PPP).