top of page

Igreja de São Francisco de Assis e Museu de Mariana são inaugurados nesta quinta, 28

O Museu será aberto ao público a partir desta sexta, 29, e a igreja será reaberta a partir do dia 4 de outubro


Divulgação | Museu de Mariana

Nesta quinta-feira, 28, serão inauguradas duas importantes construções do século XVIII de Mariana: a igreja de São Francisco de Assis e o Museu de Mariana (Casa do Conde de Assumar). A solenidade contará com a presença de autoridades religiosas e políticas, entre elas a ministra da Cultura, Margareth Menezes, em sua primeira visita a Minas Gerais após assumir a pasta.


Tanto a igreja de São Francisco quanto a Casa do Conde de Assumar integram o Conjunto Arquitetônico e Urbanístico de Mariana, tombado pelo Iphan em 1938. A igreja, construída entre 1762 e 1794, preserva sistemas construtivos tradicionais do período colonial e um acervo artístico ímpar, sendo um dos bens culturais mais visitados na cidade de Mariana até a sua interdição ocorrida em 2013, devido ao risco de desprendimento de peças estruturais do seu arco-cruzeiro. A construção do edifício religioso contou com a participação de notáveis arquitetos e artistas como José Pereira Arouca, Manuel Costa Athaíde, Francisco Vieira Servas e Francisco Xavier Carneiro.



** continua depois da publicidade **



Já a Casa do Conde de Assumar, denominada Casa de São Francisco, possui grande relevância cultural. Com provável construção em 1715 para moradia do governador da Capitania Hereditária de São Paulo e Minas de Ouro – conde Dom Pedro de Almeida e Portugal –, foi posteriormente a residência de Dom Frei Manoel da Cruz, o primeiro bispo de Mariana. A Casa do Conde de Assumar é a primeira sede do Museu de Mariana, que terá sua continuidade em uma outra edificação a ser restaurada futuramente, na Rua Direita.


O Museu tem o próprio município como tema central da sua exposição de longa duração. A proposta é de que seja um espaço de formação, debate e proposição, o que requer a participação dos moradores não apenas como espectadores, mas como agentes que possam se expressar e se articular no novo espaço público. A edificação é o principal item do acervo do museu, e ela não se restringe aos seus ambientes internos expositivos: o complexo conta também com um café e um jardim a céu aberto, todos acessíveis.


O projeto desenvolveu ainda um programa de educação patrimonial, o manual de conservação dos espaços restaurados e um projeto de gestão cultural visando a sustentabilidade do local. Além disso, para atuar na equipe do Museu foram contratados moradores e estudantes de Mariana, reforçando, assim, a inserção do novo equipamento na comunidade.



** continua depois da publicidade **



Com a inauguração, o Museu será aberto ao público a partir desta sexta, 29, das 10h às 18h. Já a igreja de São Francisco será reaberta a partir do dia 4 de outubro.

Comentários


bottom of page