top of page

Mariana: ANM descarta risco iminente em Mina da Vale após inspeção

A equipe da ANM voltará à Mina nesta terça-feira, para concluir o trabalho de fiscalização

Divulgação | Vale

Nesta segunda-feira, 13, a Agência Nacional de Mineração (ANM) realizou uma inspeção na Mina de Fábrica Nova da Vale, em Mariana, para avaliar a condição da barragem. Durante a vistoria, não foram identificadas anomalias aparentes que indiquem um risco iminente para as estruturas das pilhas PDE Permanente 1, PDE Permanente 2 e PDE União Vertente Santa Rita.


Além da ANM, representantes da Defesa Civil do estado e de Mariana, do Ministério Público, da Fundação Estadual de Meio Ambiente de Minas Gerais (Feam), do Corpo de Bombeiro e da Associação dos Moradores da Associação Santa Rita, reuniram-se com representantes da Vale para esclarecimento da situação.





Em comunicado, a Vale reiterou que não há ameaça iminente relacionada às pilhas de estéril da Mina de Fábrica Nova e que não é necessário evacuar famílias. “Diferentemente do que foi veiculado por alguns veículos de imprensa, a pilha de estéril é uma estrutura de aterro constituída de material compactado, diferente de uma barragem e não sujeita à liquefação”, informou.

A mineradora também informou que o dique de pequeno porte localizado à jusante de uma das pilhas tem declaração de condição de estabilidade positiva. “A Vale reitera que a segurança é um valor inegociável e que cumpre todas as obrigações legais”, destacou.

Segundo informações, a equipe da ANM voltará à Mina nesta terça-feira, para concluir o trabalho de fiscalização.




Comentários


bottom of page