top of page

Minas deve declarar estado de emergência devido a casos de dengue

De acordo com a secretária de estado de saúde, casos devem ultrapassar os 400 mil


Banco de Imagens

Minas Gerais deve declarar estado de emergência em saúde devido à alta de casos de dengue e chikungunya nos últimos dias. A informação foi dada pelo secretário de estado de saúde, Fábio Bacheretti, durante uma coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira, 23. De acordo com o secretário, a decisão tem como objetivo facilitar para que os municípios possam realizar ações mais rápidas contra a doença, como contratações e compra de insumos.


Fábio informou que é esperado que o ano de 2024 seja um ano epidêmico em relação à dengue, de modo que o pico mais elevado possa ser entre os meses de fevereiro e março. “No ano passado, foram registrados 400 mil casos, este ano será, certamente, muito mais do que isso”, afirmou.






A região Central de Minas Gerais é a mais preocupante, segundo o secretário. Vale do Aço, Oeste e Norte de Minas também estão sob alerta. 


De acordo com o Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de dengue, chikungunya e zika vírus, divulgado na segunda, 22, Minas Gerais havia recebido 32.316 notificações de dengue, desde o dia 1° de janeiro. Desses, 11.490 foram confirmados. Outros 14 óbitos por dengue são investigados. A faixa etária mais atingida pela dengue é entre 20 e 29 anos.


Já em relação à chikungunya, foram notificados 4.353 casos prováveis, sendo 3.067 confirmados. Há um óbito confirmado e dois em investigação. Quanto à zika, foram notificados dois casos prováveis, mas nenhuma confirmação da doença.




Comments


bottom of page