• Eliene

Ministério da Saúde anuncia quarta dose da vacina contra a Covid-19 para imunossuprimidos

A quarta dose será aplicada quatro meses depois da terceira em pessoas maiores de 18 anos com algum tipo de deficiência imunológica


A Pfizer é a vacina indicada para quem tomou dose única da Janssen, gestantes e puérperas | Banco de Imagens

Nesta segunda-feira, 20, o Ministério da Saúde publicou uma nota técnica determinando a redução do intervalo de aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 para quatro meses. O documento também estabelece a aplicação da quarta dose quatro meses depois da terceira em pessoas maiores de 18 anos com algum tipo de deficiência imunológica, chamados de imunossuprimidos.




** continua depois da publicidade **



Para aqueles que têm 18 anos ou mais e foram imunizados com a vacina de aplicação única da Janssen, a dose de reforço deve ser aplicada dois meses depois. Já gestantes e puérperas, devem receber o reforço cinco meses após completarem o esquema vacinal. Neste caso, o imunizante indicado é o da Pfizer.


A ideia de uma quarta dose foi inicialmente apresentada pela secretária executiva de Enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana de Leite Melo, no dia 8 de outubro, durante reunião com a Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização (CTAI). Na ocasião, a secretária apresentou quatro cenários possíveis de planejamento da compra de vacinas para 2022. Em dois dos modelos propostos, o governo federal previa a vacinação semestral de idosos acima dos 60 anos.



** publicidade **