teste.jpg

Prefeitura de Mariana suspende a realização dos eventos na cidade

De acordo com o decreto publicado, a medida é para evitar a propagação da variante Ômicron e do vírus da gripe, Influenza


Bailes e shows artístico em locais públicos e privados estão proibidos | Banco de Imagens

A prefeitura de Mariana publicou o decreto Nº10.815 que proíbe a realização de eventos na cidade até o dia 28 de fevereiro deste ano. De acordo com o documento, a medida é para evitar a propagação da variante Ômicron e do vírus da gripe, Influenza, no município. Desse modo, desde ontem, quinta-feira, não é mais permitido a realização de shows artísticos, bailes e congêneres em espaços públicos ou privados.



** continua depois da publicidade **



Para garantir que o decreto seja respeitado, a prefeitura informou que a fiscalização, feita pelo departamento de Posturas, Vigilância Sanitária e Guarda Municipal, com apoio da Polícia Militar, será intensificada durante este período. A punição para aqueles que descumprirem a determinação do governo municipal pode variar entre um mês e um ano de detenção, além de multa, conforme estabelece o artigo 268 do Código Penal Brasileiro. No caso dos comerciantes, eles também podem ter o alvará de funcionamento suspenso.


A decisão foi publicada também nas redes sociais da prefeitura e gerou comentários da população. Alguns parabenizaram.


“Boa, tem que cancelar mesmo. Pessoal fica falando que é absurdo cancelarem os eventos, mas tomar a vacina da gripe não vão. Adesão baixíssima. Muita gente foi viajar e retornou com a gripe para a cidade. Os eventos de dezembro ocorreram, pois os níveis de contaminação, tanto de gripe quanto de Covid, estavam estáveis. Se aumentaram tem que parar tudo sim”.




** continua depois da publicidade **



Outros, criticaram a medida, e destacaram que, dias antes, a cidade estava realizando diversos eventos que faziam parte da programação do Natal de Luz.


"Peraí um momento, deixa eu ver se entendi. Natal de Luz, com o Jardim lotado, aconteceu, milhares de pessoas no Jardim. Teve mais eventos que eu poderia citar aqui. Agora me diz, viver da arte tá difícil. Somos esquecidos. IPTU, IPVA, Cemig, escola dos meus filhos, tratamento de autismo do meu filho, que é particular, pois o município não tem e não oferece, quem vai pagar?”


“Dezembro, eventos no Jardim, com grande aglomerações e outros também. Já era de esperar tudo isso”.


“E os boletins diários não serão divulgados porque está em estabilidade de casos? Falta coerência nessa prefeitura, viu?! Primeiro, fazem um mês de comemoração do natal, depois fecha tudo. É um absurdo total. Espero que isso valha para os eventos da prefeitura também”.


“Teve Natal de Luz e nada foi cancelado. Agora, bem no início de janeiro, mês que estamos todos apertados, vocês param tudo? Será que vai resolver mesmo?”



** publicidade **