Prefeitura de Mariana suspende atividades e serviços, por causa da Covid-19, até o fim do ano

Atualizado: 25 de Nov de 2020

Eventos esportivos, confraternizações, festas de aniversários e casamentos e música ao vivo, estão suspensos até o dia 31 de dezembro, em Mariana



O Brasil registra mais de 6 milhões de contaminados pela Covid-19 e mais de 170 mil óbitos | Banco de Imagens


Na noite desta terça-feira, 24, a prefeitura de Mariana publicou, em seu site, uma recomendação técnica de número 51 sobre a suspensão de algumas atividades e serviços por causa do coronavírus. Na nota, o Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde da Covid-19 suspende, até o dia 31 de dezembro, todos os eventos esportivos, confraternizações, festas de aniversários e casamentos e música ao vivo.



“Por enquanto, essa decisão foi do município, mas pode ser que com a reavaliação, isso passe a ser uma determinação do Estado”.


De acordo com o secretário de Saúde, Danilo Brito, Mariana está na onda verde, o que permite, por exemplo, música ao vivo, porém, como prevenção, o município suspendeu essa atividade. “Percebemos que os estabelecimentos estão com muita aglomeração e não queremos que os casos aumentem em Mariana, por isso, essa decisão. A mesma coisa em relação ao eventos esportivos. Não é o momento para isso”, destacou Danilo.


O secretário também salientou que nesta quarta-feira o Estado de Minas Gerais fará uma reavaliação em relação as ondas. “Por enquanto, essa decisão foi do município, mas pode ser que com a reavaliação, isso passe a ser uma determinação do Estado”, disse.


Em caso de descumpriento dessa determinação do municipio, a Guarda Municipal poderá ser acionada, através do 153, para que ela faça a fiscalização no local, seja ele estabelecimento comercial ou residencial. Em casos extremos, a Polícia Militar também pode ser acionada.


Boletim epidemiológico - De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura de Mariana, até o momento, o município registrou 2534 casos que testaram positivo ao coronavírus e 24 óbitos.

Em relação aos 10 leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) disponibilizados para Ouro Preto, Mariana e Itabirito, na última nota divulgada pelo Hospital Santa Casa da Misericórdia, a taxa de ocupação chegou a 90%, ou seja, com apenas 1 leito de UTI a disposição.


Somente na segunda-feira, 23, o hospital de campanha de Ouro Preto atendeu 38 pessoas com suspeita de coronavírus, dado repassado pelo médico plantonista e diretor técnico do hospital, Jonatas Bernardes.


O médico também fez um vídeo para alertar a população sobre o aumento dos casos na cidade. “Esse vídeo é para implorar aos moradores de Ouro Preto que tomem mais cuidado. Estamos atendendo cerca de 30 pessoas por dia, boa parte dessas, positivas para doença. Nós precisamos ter mais consciência”, destacou.