• Eliene

Prefeitura de Ouro Preto proíbe carnaval de rua, em repúblicas e sítios

De acordo com o Decreto, bailes carnavalescos, blocos e agremiações, festas de rua, em repúblicas ou sítios não podem acontecer no município


Carnaval de rua realizado em Ouro Preto em 2018 | Facebook Prefeitura de Ouro Preto

A prefeitura de Ouro Preto publicou o decreto N° 6.319, que oficializa o cancelamento do carnaval na cidade no próximo ano. O documento proíbe a realização de qualquer evento, seja ele público ou privado, em espaços abertos ou fechados. Desse modo, os bailes carnavalescos, blocos e agremiações, festas de rua, em repúblicas ou sítios não podem acontecer no município.




** continua depois da publicidade **



Para garantir o cumprimento do decreto, a Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e Defesa Civil vão fiscalizar bares, restaurantes, repúblicas, sítios e outros locais de possíveis aglomerações. A punição para aqueles que descumprirem a determinação do governo municipal pode variar entre um mês e um ano de detenção, além de multa, conforme estabelece o artigo 268 do Código Penal Brasileiro.

A decisão de cancelar o carnaval segue as recomendações da secretaria municipal de saúde. “A secretaria trabalhou ao longo do ano de 2021 para garantir aos ouro-pretanos uma estabilidade epidemiológica e assistencial e, mediante a uma consulta aos órgãos responsáveis, ao nosso Comitê Covid, ouvindo os nossos profissionais da área da saúde e por meio das nossas projeções, inclusive aquelas relacionadas às variantes do vírus, comunicamos essa decisão em alinhamento ao governo. Sabemos que todos nós queremos festejar, mas deixaremos isso para um momento mais seguro”, disse a secretária da pasta, Glauciane Nascimento.

Mesmo com o cancelamento do evento, a prefeitura salienta que a cidade pode receber turistas e que as atividades culturais e esportivas podem acontecer, seguindo as normas sanitárias.




** continua depois da publicidade **



Como fica a folia da Liga


A Liga dos Blocos havia anunciado a realização do carnaval estudantil em setembro deste ano. Mesmo sem definição do local, tendo em vista que a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) não autorizava a realização de festa carnavalesca em espaços da instituição, as 150 repúblicas que fazem parte da Liga dos Blocos iniciou a venda dos lotes em outubro, com expectativas de receber até 30 mil pessoas.


Diante da determinação do município, entramos em contato com a assessoria de comunicação da Liga, solicitando um posicionamento. De acordo com a responsável, amanhã, quinta-feira, será divulgada uma nota do grupo.