Senado aprova novo feriado em homenagem a Santa Dulce

Se o projeto for aprovado pela Câmara dos Deputados, o feriado será no dia 13 de março


A irmã Dulce foi canonizada em 2019, tornando-se Santa Dulce dos Pobres | Divulgação

A Câmara dos Deputados se prepara para analisar o projeto aprovado no Senado, que cria um novo feriado nacional: o dia 13 de março. A data é uma referência ao dia da morte de Santa Dulce dos Pobres, que aconteceu em 1992, em Salvador.




** continua depois da publicidade **


Nascida em Salvador, em 26 de maio de 1914, foi batizada como Maria de Souza Brito Lopes Pontes, mas escolheu o nome de irmã Dulce em homenagem à mãe, Dulce Maria de Souza Brito, morta quando a freira tinha apenas 7 anos.


A irmã Dulce foi canonizada pelo Papa Francisco, no Vaticano, em 13 de outubro de 2019, tornando-se a Santa Dulce dos Pobres, uma das religiosas mais populares do Brasil por conta do trabalho social que prestava em amparo aos mais pobres.




** continua depois da publicidade **


Um dos episódios mais marcantes ocorreu em 1949 quando ela transformou o galinheiro do Convento de Santo Antônio em um abrigo para receber cerca de 70 pessoas pessoas doentes que estavam em situação de rua. O local se transformou em 1970 em Hospital Santo Antônio, um dos maiores do Nordeste.


O Vaticano considera Santa Dulce a primeira santa brasileira, visto que ela foi a primeira mulher nascida no Brasil que teve milagres reconhecidos pela Igreja Católica. Ela também é conhecida como o anjo bom da Bahia.