• Eliene

Capela Santo Antônio, em Mariana, será reformada

Segundo a prefeitura, serão reformados o telhado, piso, forro, parte elétrica, proteção contra incêndios e todo o largo da capela


A Capela é o primeiro templo religioso de Minas Gerais | Banco de Imagens

Nesta semana, a prefeitura de Mariana assinou a ordem de serviço para início das obras de restauro da Capela Santo Antônio, o primeiro templo religioso de Minas Gerais. O local, onde foi realizada a primeira missa no município, em 1696, será completamente reformado, desde sua estrutura até o largo da capela, onde será construído um espaço de convivência para os moradores da região.




** continua depois da publicidade **



A capela, construída em 1701, por Salvador Fernandes Furtado, fundador de Mariana, recebeu para a intervenção um investimento no valor de R$1,5 milhão, com apoio do Fundo de Direitos Difusos (FDD), Ministério da Justiça e projetos elaborados com recursos próprios da prefeitura e do IPHAN (Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), através do PAC de Cidades Históricas.


Segundo a prefeitura, o telhado, piso, forro, parte elétrica, proteção contra incêndios e todo o largo da capela serão completamente reformados. “Estamos restaurando diversos patrimônios no município, não podíamos deixar a Capela de Santo Antônio de fora deste conjunto. Apreciamos o esforço da comunidade em manter esta capela, assim, o projeto visa valorizar a comunidade de Santo Antônio e valorizar nossa história, restaurando toda a estrutura do templo, assim como o seu largo e iluminação”, declarou a Arquiteta, Anna de Grammont.


A previsão de entrega é para oito meses.



** publicidade **