top of page

Mariana confirma mais de 900 casos de dengue

Neste ano, o foco maior é Passagem de Mariana, com 178 casos


Reprodução

Mariana registrou um total de 912 casos confirmados de dengue, conforme anunciado pela prefeitura na tarde de ontem, segunda-feira, 20. Esse número revela um aumento significativo, com 318 novos casos registrados em apenas nove dias, o que equivale a uma média diária de 35 casos. Neste ano, o foco maior é Passagem de Mariana, com 178 casos. Confira os demais distritos e bairros onde há casos da doença:


  • Passagem: 178 casos confirmados

  • Cabanas: 97 casos confirmados

  • Rosário: 77 casos confirmados

  • Colina: 67 casos confirmados

  • Santa Rita de Cássia: 56 casos confirmados

  • Centro: 46 casos confirmados

  • Barro Preto: 44 casos confirmados

  • Morada do Sol: 30 casos confirmados

  • São Cristóvão: 29 casos confirmados

  • Santa Clara: 27 casos confirmados

  • Fonte da Saudade: 25 casos confirmados

  • Monsenhor Horta: 25 casos confirmados

  • São Gonçalo: 22 casos confirmados

  • Jardim dos Inconfidentes: 24 casos confirmados

  • Cartucha: 19 casos confirmados

  • Estrela do Sul: 15 casos confirmados

  • Santana: 12 casos confirmados

  • Vale Verde: 11 casos confirmados

  • Vila do Carmo: 11 casos confirmados

  • Santo Antônio: 11 casos confirmados

  • Galego: 9 casos confirmados

  • Novo Horizonte: 8 casos confirmados

  • São Pedro: 8 casos confirmados

  • Furquim: 8 casos confirmados

  • Vila Maquiné: 7 casos confirmados

  • Cachoeira do Brumado: 6 casos confirmados

  • Santa Rita Durão: 5 casos confirmados

  • Jardim Santana: 5 casos confirmados

  • Nossa Senhora Aparecida: 5 casos confirmados

  • Chácara: 4 casos confirmados

  • Bandeirantes: 4 casos confirmados

  • Padre Viegas: 4 casos confirmados

  • Vila Aparecida: 3 casos confirmados

  • Morro Santana: 3 casos confirmados

  • Águas Claras: 2 casos confirmados

  • Matadouro: 1 caso confirmado

  • Dom Oscar: 1 caso confirmado

  • Fazendinha: 1 caso confirmado

  • Claudio Manoel: 1 caso confirmado

  • Barroca: 1 caso confirmado


O boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura aponta ainda três casos confirmados de chikungunya e três suspeitos, e um caso suspeito de zika.





Em resposta ao surto de casos de dengue na cidade, no início de fevereiro, a prefeitura decretou situação de emergência em saúde pública por 120 dias. De acordo com o documento publicado no Diário Oficial, além de considerar o aumento de casos, o executivo levou em conta a quantidade de casas fechadas e de moradores que recusam a visita dos agentes de endemias, totalizando, aproximadamente, 50%.


Desde o ano passado, a prefeitura vem realizando algumas ações na sede e nos distritos para impedir a proliferação do mosquito aedes aegypti, responsável pela transmissão da doença. Além das visitas periódicas, quando algum caso é notificado, os agentes fazem uma varredura na residência do paciente e imediações, combatendo os focos do mosquito. É feito o uso de larvicidas para reservatórios e recipientes com água, a pulverização de inseticidas, quando recomendado, no interior dos imóveis e quintais, além das orientações e recolhimento de materiais para descarte.





Minas Gerais


Até segunda-feira, 19, Minas Gerais registrou 19 mortes em decorrência da dengue. Segundo o boletim epidemiológico de monitoramento dos casos, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), o estado registrou 218.265 casos prováveis da doença, sendo 75.310 confirmados por meio de exames. Outras 122 mortes estão em investigação.


Na última sexta, 16, o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, afirmou que 2024 será o período com maior incidência de dengue na história. A previsão é que ultrapasse os 600 mil casos.


Em relação à chikungunya, foram registrados 25.522 casos prováveis da doença, dos quais 16.907 foram confirmados. Até o momento, quatro mortes foram confirmadas por chikungunya no estado e 14 estão em investigação. Quanto à zika, foram registrados 22 casos prováveis e um confirmado para a doença. 

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page