top of page

"Vou ressuscitar o Cruzeiro, fazer um investimento e vencer essa também”, afirma Ronaldo

A afirmação foi feita durante uma entrevista concedida ao programa The Noite, no SBT, que foi ao ar na segunda-feira, 13


Divulgação | SBT

Durante uma entrevista concedida ao programa The Noite, no SBT, que foi ao ar na segunda-feira, 13, Ronaldo, dono de 90% das ações da SAF do Cruzeiro, afirmou que vai ressuscitar o clube. O Fenômeno explicou que sempre teve o desejo de seguir no futebol e adquirir um clube no Brasil, o que não era possível antes da aprovação da Lei da SAF.



** continua depois da publicidade **



"Agora tem o Cruzeiro, que, a partir do nascimento dessa lei da SAF, surgiu a oportunidade. Me joguei e falei que era capaz. Vou ressuscitar o Cruzeiro, fazer um investimento e vencer essa também”, disse.


Mesmo antes de comprar os 90% do Cruzeiro, Ronaldo já vivia a experiência de comandar um clube. O grupo do Fenômeno também comanda o Real Valladolid. Após conseguir a promoção para a primeira divisão do futebol espanhol, a equipe está na 14º colocação da Liga, dois pontos acima da zona de rebaixamento.


"Já tinha um tempo que eu pensava em continuar minha vida no futebol. Não queria ser treinador de jeito nenhum, acho que é uma profissão extremamente difícil e ingrata. Aí eu falei, 'vou pra cima comprar um clube' e fiz isso com o Valladolid, que deu super certo. Estamos fazendo um projeto incrível, com o time na primeira divisão", afirmou.



** continua depois da publicidade **



Na entrevista, Ronaldo também comentou sobre outros assuntos, como a sua trajetória como jogador. O ex-atleta, um dos maiores atacantes da história do futebol, falou sobre a sensação de que poderia ter feito ainda mais. "Queria ter sido muito mais. Se não tivesse tido tantos problemas com os meus joelhos, acho que eu teria feito ainda mais. Acho que fiquei uns cinco anos ao todo afastado por causa das lesões. A vida de jogador de futebol não era fácil. Comparando com a atualidade, a gente vê o Messi, Cristiano Ronaldo, a consistência da carreira deles. Também sei que eles se cuidaram muito mais do que eu me cuidei, mas eu tenho muito mais histórias para contar do que eles dois juntos”, disse.


Comments


bottom of page