Resultados

127 resultados encontrados

    Posts do Blog (118)
    • Atividades físicas também são essenciais durante a pandemia

      Por Daniel Gomes Pereira Graduado em Educação Física pela Universidade Federal de Ouro Preto Com o início do Lockdown, em 2020, devido à pandemia do novo coronavírus, muitas profissões tiveram que se reinventar, e a Educação Física foi uma das mais afetadas pelo vírus. Com as academias fechadas muitos profissionais de Educação Física tiveram que manter os seus serviços através de plataformas online ou serviços a domicilio. Um estudo feito pelo British Journal of Sports Medicine, Ding et al. (2020), que analisou as palavras mais pesquisadas no Google durante a pandemia, na Austrália, Estados Unidos e Reino Unido. Foram analisadas palavras associadas a “exercício, treinamento físico e exercícios em casa". Os resultados mostraram que as buscas associadas a exercício aumentaram muito nas duas semanas iniciais do surto e permaneceram mais altas que o normal. O mesmo ocorreu com termos como “treinamento intervalado de alta intensidade” e “exercícios para fazer em casa”. Outras pessoas perderam o hábito de se exercitar, e, com isso, veio a ansiedade de ficar 24hs em casa, acompanhado de péssimos hábitos alimentares, regado de um consumo excessivo de álcool e muito fast food e industrializados, tudo isso para piorar ainda mais a saúde do brasileiro. A pandemia do novo coronavírus, Covid-19, nos trouxe um alerta sobre a importância do exercício físico no nosso cotidiano, e vem mudando a rotina da população mundial. O Colégio Americano de Medicina do Esporte recomenda a prática regular de exercícios físicos, sendo do grupo de risco ou não, com o objetivo de melhorar a função imunológica, diminuir ansiedade e o estresse. Notamos claramente, também, que os casos mais graves vinham sempre acompanhados de algumas comorbidades como obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes e outras. Um estudo recente de Peng (2020), que foi feito na cidade Wuhan, na China, com 112 pacientes cardiopatas, mostrou que 88,24% das pessoas que não sobrevieram ao Covid-19 estavam com sobrepeso ou eram obesas, nos deixando ainda mais alertas para combater essa doença que a cada ano vem aumentando na população mundial e, principalmente, no nosso país. Outro ponto preocupante dentro do cenário da pandemia é justamente o isolamento social, que aumentou consideravelmente os casos de depressão e ansiedade na população. Uma pesquisa feita pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro mostrou que os casos de depressão aumentaram 90% em um mês, devido às medidas de isolamento. Com a população em alerta sobre os riscos comprovados que o vírus poderia trazer para pessoas que estariam acima do peso e sedentárias, a procura pelo atendimento de Personal cresceu consideravelmente, principalmente as aulas online. Um ponto a ser esclarecido é que vários estudos já mostram ser possível ter bons resultados em diversos contextos: em casa, academia, com equipamentos, peso corporal, elástico e etc. Por isso tenho dito que o material mais importante para os treinos é um bom acompanhamento profissional e a disciplina de se exercitar diariamente. Diante de todo esse cenário, a prática regular de exercícios físicos se tornou um aliado importante no combate a todas essas doenças. Manter boa composição corporal, com um percentual de gordura e massa muscular ideal, vai além da estética, se tornou uma questão de saúde. Para a prática segura de qualquer exercício físico, procure um Profissional de Educação Física.

    • Prefeitura de Mariana terá que comprovar ao Ministério Público que está seguindo o Minas Consciente

      O município tem até esta segunda-feira, 25 para comprovar que estava seguindo os critérios estabelecidos pelo Governo do Estado Após receber informações de que a prefeitura de Mariana não estaria cumprindo com os critérios definidos pelo Plano Minas Consciente, o Ministério Público de Minas Gerais emitiu um ofício exigindo que o município comprove estar de acordo com as exigências estabelecidas pelo Governo do Estado. “Requisitamos essa comprovação na sexta-feira passada e demos o prazo de 10 dias para que o município apresente dados que demonstrem que estão cumprindo os critérios da Onda Vermelha. Essa comprovação pode ser com autos de fiscalização, fotos dos comércios não essenciais fechados, como define o Plano, enfim, quaisquer documentos que valide”, informou o promotor de Justiça, Guilherme de Sá Meneguim. Desde o dia 30 de dezembro que a cidade regrediu para a Onda Vermelha, tendo que adotar medidas como o fechamento de estabelecimentos comerciais que não são considerados essenciais, como bares, academias e salões de beleza. Em contato com o secretário da Defesa Social, Antônio Marcos Ramos de Freitas, conhecido popularmente como Tenente Freitas, ele informou que a secretaria vai apresentar ao Ministério Público os relatórios das ações que foram feitas pela equipe do departamento da Guarda Municipal, em conjunto com a Fiscalização e Posturas. Freitas também destacou quais foram as ações da secretaria desde que o município regrediu para a Onda Vermelha. "A primeira coisa que fizemos foi orientar os comerciantes. Os que insistiram em manter o funcionamento, notificamos. O terceiro passo seria suspender o alvará de funcionamento, mas percebemos que alguns nem tem. Mesmo assim, vamos fechar os comércios que insistirem”, disse, destacando a possibilidade de uma multa para o proprietário. "Vamos tomar medidas mais drásticas, como multa. Para isso, precisamos que a Câmara aprove, mas é algo rápido de tramitar”. DECRETO - No dia 11 de janeiro, a prefeitura publicou o Decreto nº 10.368, que determinava a suspensão, por 15 dias, do funcionamento de salões de beleza, barbearias, clínicas de estética, clubes, academias, auto escolas, casas de shows, festas e eventos, boates, cinemas, teatros e parques. “O Decreto não é relevante para a gente. O importante é a realização do que está estabelecido pelo Plano Minas Consciente e é obrigação do município cumprir os critérios”. Além disso, o documento proibia a realização de eventos e atividades com a presença de público, consumo em bares, restaurantes, padarias e supermercados, locação de imóveis e todos os tipos de espaços privados para realização de eventos particulares e o consumo de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos comerciais privados e em área pública. Mesmo com esse decreto, alguns comerciantes não cumpriram as regras. “O Decreto não é relevante para a gente. O importante é a realização do que está estabelecido pelo Plano Minas Consciente e é obrigação do município cumprir os critérios” destacou Meneguim. Questionado sobre qual seria a medida adotada pelo Ministério Público caso seja comprovado que o município não está cumprindo os critérios determinados pelo Estado, o promotor explicou que ainda não poderia pontuar. “Quanto a isso, não posso adiantar. Vamos aguardar a resposta e analisar o que for apresentado. Até mesmo, porque, já existe uma ação civil pública, e nessa ação eles já assumiram o compromisso de cumprir todos os requisitos do Plano”, explicou. OPINIÃO DIVIDIDA - O fechamento dos comércios não essenciais, em Mariana, tem dividido opiniões nas redes sociais desde a publicação do Decreto. Para uns, essa medida é desnecessária e prejudicial para aqueles que dependem do serviço. “Fechar o comércio para quê? As lojas de Mariana estão precisando de compradores. Elas só ficam vazias. O coronavírus está circulando em outros lugares da cidade. Toda vez que precisei entrar em um comércio aqui, vi que todos estão seguindo as normas determinadas pela Secretaria de Saúde. Com toda sinceridade, tenho é dó dos comerciantes marianenses”, publicou um internauta. Para outros, o fechamento é uma decisão importante para reduzir a propagação do vírus. “O fechamento é essencial. Só acho que por 15 dias não resolve nada. A cidade perdeu o controle. Deveriam ter feito isso logo no início e, até mesmo, ter colocado barreiras sanitárias na entrada de Mariana. De qualquer forma, algo tem que ser feito para diminuir os casos de contaminações”, publicou outro. E também tiveram aqueles que foram contra a medida, apresentando outros desafios que a cidade enfrenta em meio a pandemia. “Deveriam fiscalizar mais as filas dos bancos, lotéricas e pontos de ônibus. Estão todos lotados. Fechar estabelecimentos só vai gerar desemprego. No meu ponto de vista, tem é que aumentar as fiscalizações”, disse.

    • Vagas de emprego de Itabirito para o dia 22 de janeiro

      O Sine Itabirito, divulgou nesta sexta-feira, 22, as vagas de empregos disponíveis em seu sistema. De acordo com a nota, publicada em suas redes oficiais, os detalhes sobre as vagas são fornecidas no atendimento presencial. Além disso, a nota destaca que a vaga pode ser preenchida e fechada a qualquer momento, ou seja, quando o limite de encaminhamentos for atingido ou quando o empregador encerrar a vaga. Para todas as vagas disponíveis é necessário 6 meses de experiência, comprovada em carteira de trabalho, e residência em Itabirito. Para candidatar a vaga, basta acessar a página www.empregabrasil.mte.gov.br ou o aplicativo SINE Fácil. Confira as vagas: Ajudante de obras Assistente de controladoria fiscal Auxiliar de compras Auxiliar de Geologia (não exige experiência e ensino médio completo) Caldeireiro Carpinteiro Montador de andaimes Motofrentista (CNH A) Motorista de caminhão comboio (curso MOPP, CNH D) Operador eletromecânico - eletromecânico I (CNH B ou D, NR 10) Operador de equipamentos pesados e móveis - na mineração Operador de linha de produção (Ensino médio completo) Pedreiro Soldador (curso de soldador, certificação FBTS) Soldador (Ensino médio completo) Técnico de analista de controle de produtos manufaturados - Plano verão (técnico em mecânica ou eletromecânica) Técnico em Segurança do Trabalho Trabalhador rural (CNH A ou B, veículo próprio) O Sine Itabirito fica localizado na Praça Dr. Guilherme, 169, centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30.

    Ver todos
    Páginas (9)
    • INÍCIO | Portal Ângulo

      COMPROMISSO COM A VERDADE há 2 dias Quatros cidades se unem para traçar medidas de combate ao coronavírus Mariana, Ouro Preto, Itabirito e Ouro Branco formaram um comitê de crise para enfrentar a Covid-19 Na tarde dessa quarta-feira, 6, os pre... OUR NEW PLACE I'm a paragraph. Click here to add your own text and edit me. Let your users get to know you. Últimas notícias Prefeitura de Ouro Preto anuncia compra de 40 mil doses da vacina contra coronavírus Write a comment Após ser eleito como presidente da Câmara, Juliano Duarte assume prefeitura de Mariana Write a comment Praça Gomes Freire será reaberta nesta quarta-feira, 23 Write a comment Botão Opinião 19 de Dez de 2020 Você se sente ansioso nesse período de isolamento? Por Lorena de Cássia Freitas Graduanda em Psicologia na Faculdade Alis Itabirito A ansiedade está presente no nosso cotidiano, tendo mani... Write a comment Cidades + OURO PRETO MARIANA + ITABIRITO + Receba nossas atualizações no seu e-mail! Participar Obrigado pelo envio! @portalangulo fale conosco Quer esclarecer dúvidas, sugerir pautas ou nos dar um retorno sobre o Ângulo? É só entrar em contato em um dos nossos canais: contato@portalangulo.com (31) 9 9533-5192 Nosso Facebook

    • ITABIRITO | Portal Ângulo

      Eliene há 6 horas Vagas de emprego de Itabirito para o dia 4 de janeiro O Sine Itabirito, divulgou, hoje, 4, as vagas de empregos disponíveis em seu sistema. De acordo com a nota, publicada em suas redes ofici...

    • MARIANA | Portal Ângulo

      Posts em breve Fique ligado...

    Ver todos

Criado a partir do desejo de colocar em prática um fazer jornalístico verdadeiro, o Ângulo é um portal de notícias focado na região de Mariana, Ouro Preto e Itabirito. A história do veículo de comunicação se mescla com os anseios e missões de sua fundadora, que busca trazer novos ares para a mídia na cidade.

Aqui a missão é ser referência em notícia e se mostrar como um portal moderno, com visões amplas dos mais diversos lados das histórias e sujeitos.

  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Mariana Viana