teste.jpg

Empreendedores superam crises

Por Neide Maria de Oliveira

Graduada em Psicologia pela Universidade FUMEC

Instrutora e Gestora Regional MasterMind Minas



Os primeiros passos para empreender, é se planejar e conhecer os riscos do negócio | Banco de Imagens

“Enquanto alguns choram outros vendem lenços”, já ouviu esse ditado?


Quando falamos em empreendedorismo é comum pensarmos somente numa pessoa que tem o seu próprio negócio e essa é a forma mais usual de usarmos esse conceito. No entanto, podemos pensar no empreendedor como uma pessoa que tem um conjunto de características que podem ser usadas na vida para geração de resultados extraordinários.


Vamos ao conceito do dicionário: empreender é “decidir realizar (tarefa difícil e trabalhosa); tentar”. O empreendedor tem algumas características bem marcantes como coragem, autoconfiança, iniciativa, otimismo, persistência... e a boa notícia é que podemos aprimorar ou desenvolver essas qualidades através de treinamento e desenvolvimento comportamental, fazendo com que esse “pacote do empreendedor” nos ajude a superar desafios e encontrar melhores soluções para viver e empreender, seja para abrir o um novo negócio, buscar soluções para o negócio já existente ou mesmo para gerar resultados acima da média no seu trabalho.


A verdade é que grandes crises e grandes desafios trazem consigo a oportunidade de melhorarmos enquanto pessoas e profissionais, pois requerem de nós o desenvolvimento de outras habilidades e competências necessárias para superar os obstáculos e seguir em frente.

Nesse período de pandemia tenho visto muitas pessoas saírem de suas zonas de conforto e usarem a criatividade e inovação para encontrarem alternativas para superação da crise. É necessário coragem e planejamento.


Se você tem um negócio ou vai iniciar um, o que pode ajudar muito, nesse momento, é fazer uma análise conhecida como Análise de SWOT (é o acrônimo para Strengths, Weaknesses, Opportunities and Threats), no brasil conhecida como F.O.F.A (forças, oportunidades, fraquezas e ameaças). Essa ferramenta ajuda a conhecer as forças, fraquezas, ameaças e oportunidades do negócio e assim oferece informações para construir um plano de ação consistente que possibilite eliminar as fraquezas, diminuir o impacto das ameaças, seguindo com mais assertividade, além de conhecer quais as oportunidades que o mercado oferece para o seu negócio e para as mudanças que você precisa fazer. Você pode descobrir um novo nicho de mercado, a criação de um novo produto ou serviço, a necessidade de treinar sua equipe, etc.


Essa análise pode ser feita também no âmbito pessoal, pois dará a oportunidade para o profissional ou empreendedor de se autoanalisar, entender quais competências precisa desenvolver para ter melhores resultados. Quem sabe é a hora de investir num treinamento, aprender uma nova língua ou mesmo entender como usar seus pontos fortes para superar-se e sair da zona de conforto.


Estamos vivendo um dos maiores desafios que já passamos e que afeta praticamente todas as áreas da sociedade e a forma como você irá superar esse momento depende das suas decisões, equilíbrio emocional e capacidade de encontrar soluções. Se você tem seu próprio negócio, além de uma análise de SWOT estruturada é fundamental rever as metas e fazer um novo planejamento, estabelecer um plano contingencial para o momento atual e também para superação da crise.


Algumas perguntas podem te ajudar a repensar seu negócio nesse momento:

- Como eu posso continuar vendendo durante essa pandemia?

- Como vou me relacionar com meus clientes pelas redes sociais?

- Estou apenas fazendo propaganda ou construindo um relacionamento com meus clientes?

- Que produtos ou serviços posso implementar que agregam valor para o meu cliente?

- Onde posso buscar recursos com taxas justas e favoráveis?

- Que despesas posso reduzir sem perder qualidade, capacidade de inovação e sem comprometer meus resultados?

- Que competências eu preciso desenvolver para sobressair nesse novo cenário?

- Onde preciso investir para gerar melhores resultados?


Como disse Napoleon Hill: “Toda adversidade traz consigo a semente de um benefício equivalente”, e é claro que esse momento traz também oportunidades para quem está fora do mercado e precisa gerar uma renda. Tenho visto muitas pessoas se reinventarem, abrindo novos negócios, descobrindo novas habilidades e fazendo acontecer em meio à pandemia.


Empreendedores têm paixão pelo que fazem, são bem otimistas e persistentes. Se você está buscando uma forma de empreender lembre-se que é fundamental planejar e calcular os riscos do negócio, evitando empreender apenas como uma aposta de que vai dar tudo certo. Tenha coragem e movimente-se buscando novas soluções. Essa crise vai passar e espero que você saia dela melhor do que entrou.